terça-feira, 4 de agosto de 2009

heart infusion.

programa da manhã (no trabalho, devo dizer): limpar, picar, cozer coração bovino para preparar meio de cultura old school.

a chefe, que adora coração, e considera uma iguaria, foi me contando que em lima, no peru, são famosos os anticuchos de coração (anticucho em quechua, carne cortada assada, ou seja, espetinho). e que na cultura inca, era muito correto comer o coração do inimigo vencido e blablablá.

papo cultural à parte, eu só quero que meu clostridio cresça na comidinha que deu tanto trabalho para ser preparada.

3 comentários:

Patricia Scarpin disse...

Me conta essa história de cozinhar coração - fiquei curiosíssima!

Letícia disse...

Engraçado o foco em um setor da Unicamp ser o clostridio e no outro ser os incas e seus conflitos, e, no final das contas, tudo acontece misturado. PS: vou responder o e-mail, estou me sentindo em dívida!

ana claudia disse...

Patrícia, já te mandei email.

Letícia, não se preocupe com a resposta, eu estarei sempre por aqui (take your time...)

;)