quinta-feira, 9 de outubro de 2008

the cross





























recebi por email.

2 comentários:

Rezinha disse...

Ou seja, é melhor pedir forças para carregar a cruz do que pedir outra cruz... seja ela menor, ou outra... ja que o problema só vai mudar, e não diminuir...

ana claudia disse...

é re, a verdade é que não dá para trapacear no próprio destino...

:)